sexta-feira, 14 de julho de 2017

PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

Indicação de Raquel Dodge é aprovada no Senado

Raquel Dodge ficará à frente da PGR pelo próximo biênio (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O plenário do Senado Federal aprovou nesta quarta-feira, 12, por 74 votos a 1 e uma abstenção, em votação secreta, o nome da subprocuradora-geral da República Raquel Dodge para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Indicada pelo presidente Michel Temer, Raquel Dodge substituirá o atual PGR, Rodrigo Janot, cujo mandato termina no dia 17 de setembro. A subprocuradora ficará à frente da PGR pelo próximo biênio.

Raquel será a primeira mulher a comandar o Ministério Público Federal. A votação no Senado ocorreu após a indicação da subprocuradora ter sido aprovada, por unanimidade, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Raquel foi sabatinada pelos 27 senadores da CCJ durante mais de oito horas. De acordo com o relator Roberto Rocha, a unanimidade é inédita.

Raquel Dodge foi a segunda colocada na lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República. Ela recebeu 587 votos na eleição da ANPR, contra 608 votos dados a Nicolao Dino.

Entre os temas mais abordados na sabatina estão o combate à corrupção, o fortalecimento da Operação Lava Jato, os limites para celebração de acordos de delação premiada e o vazamento das delações.

Raquel afirmou que, “se fosse necessário”, aumentaria as equipes que atuam no combate à corrupção dentro do Ministério Público Federal.
Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário